O que é Product Discovery?

O Product Discovery é uma fase do Product Development em que focamos muito em descobrir o máximo de um produto, ou seja, o que ele é, como ele está hoje no mercado e como atingir da melhor forma.

“Product Discovery é um processo para definir um produto valioso, útil e viável.”

Assim, analisando um pouquinho do que esse trecho de Martin Cagan traz para o contexto conseguimos entender dois conceitos importantes:

  • Proposta de valor: é tudo aquilo que o produto entrega para o usuário;
  • Captura de valor: é o que o produto consegue devolver para empresa e que ao mesmo tempo pode ser avaliado e medido para o negócio;

Exemplo:

  • Proposta de valor do Uber para MOTORISTAS: Renda Extra, Flexibilidade de trabalho, Autonomia.
  • Captura de valor do Uber para MOTORISTAS: Comissão de x% em cima de cada corrida.

Sem uma Captura de valor, você não tem um negócio. Desse modo se você não tem um negócio seu produto se torna inútil.

  • Produto útil: é quando você tem uma congruência entre o produto que eu quero construir e a necessidade do meu usuário.
  • Já a viabilidade pode ser técnica, financeira ou de mercado: é para vermos se conseguimos avançarmos na construção um produto que estamos escopando, se meu cliente tem budget para esse produto ou se meu público está ou não preparado para o mercado.

“Por que um usuário não gostaria da minha solução se eu resolvo o problema dele”, existem muitas possibilidades do usuário não gostar da sua solução, se você resolve o problema dele.

  • O seu produto não é sexy (desejável)
  • A comunicação não é clara sobre o que o seu produto faz
  • O seu produto não tem uma boa experiência (usabilidade)
  • O seu produto é caro (Captura de valor > Percepção de valor)

E muitas outras possibilidades.

Por que Product Discovery?

“64% das funcionalidades que criamos em softwares são raramente ou nunca usadas pelos usuários”

A partir de dados apresentados por Jim Johnson através da Standish Group, ele conseguiu mostrar que se não rodar um PD você pode acabar criando coisas que ninguém vai usar ou funcionalidades que não agregam valor ao usuário ou que não são factíveis. Todavia, mostrou também o quanto que ele te ajuda a dar mais segurança para equipe por construir funcionalidades que sejam realmente motivadoras e que fazem a diferença até para quem está vendendo, por mostrar que realmente coisas bem planejadas e pensadas são ímpares pro mercado.

“O principal trabalho do Product Discovery é reduzir a incerteza e permitir que a equipe de produto avance com confiança baseada em evidências”

Quanto mais eu conheço meu usuário, quanto mais eu sei das dores dele através de pesquisas eu piso para frente e tenho a confiança para caminhar com a velocidade em direção a construção de um produto. Assim,Tim Herbirg, comenta também que tudo precisa estar bem documentado por que quando nós documentamos isso tudo, coletamos evidências para entregar para o delivery e caso queiramos voltar não precisamos voltar do zero absoluto. Dessa maneira, isso leva inteligência coletiva para empresa por está tudo documentado e visível para todos na empresa.

Product Discovery na Gestão de Produto

“PD não é sobre conhecer o usuário, é sobre redução de riscos!”

O PD precisa estar alinhado a entrega de valor para a empresa/cliente. Conseguimos entregar esse valor através do conhecimento do usuário, mas nem sempre isso é uma verdade. “Se toda empresa estivesse focada no cliente, site não teria banner.” → Isso é sobre entrega de valor da empresa para o usuário. Dessa forma, cuidado para não confundir proposta de valor com captura de valor. Portanto, é importante conhecer os riscos, são eles:

  • Riscos:
  • Valor: o cliente irá comprar ou escolherá usar essa solução?
  • Usabilidade: o cliente entenderá como utilizar essa solução?
  • Execução: temos capacidade para construir essa solução?
  • Viabilidade: Essa solução funciona para nosso negócio?

10 Fundamentos para um bom product discovery

Não podemos contar com nossos clientes para nos dizer o que construir

Os clientes não dizem o que construir, porque simplesmente não sabem

O mais importante é criar valor para o usuário

Por outro lado, muitas vezes as suposições que as funcionalidades do seu roadmap estão entregando valor estão equivocadas

Engenharia é difícil, mas criar uma boa experiência do usuário geralmente é ainda mais difícil e mais crítico para o sucesso

O UX é o mais crítico para o sucesso do produto e do negócio do que a tecnologia

Funcionalidade, Design e Tecnologia estão totalmente interligados

Precisamos tratar e potencializar o fato de todos os atores dos produtos sejam realmente um time de produto, tecnologia, lideranças e design, trabalhando e iterando juntos

Muitas ideias não funcionarão, as que funcionarem, exigirão várias iterações

Precisamos buscar o melhor approach para validar nossas ideias com o usuário. Para que ideias se tornem boas entregas, devemos gerar uma quantidade boa de ideias, e realmente testá-las antes de desenvolvê-las

Devemos validar nossas ideias com clientes reais

É importante começar com pessoas que trabalham na sua empresa, mas, finalmente, você precisa obter a opinião de seus clientes reais

Valide suas ideias de maneira mais rápida e barata possível

O que você pode fazer para validar uma quantidade grande de ideias e aprender o máximo sobre um problema-chave.

Use técnicas quantitativas e qualitativas

Use Quantitativo para saber o que está acontecendo e Qualitativo para saber o porquê disso estar acontecendo.

Valide suas ideias durante o Discovery, não depois.

É preciso garantir a viabilidade antes de se decidir construir um produto ou uma funcionalidade, não depois.

É tudo sobre aprendizado compartilhado

As grandes empresas administram laboratórios de inovação para descoberta de produtos. Entretanto, boas ideias nunca se materializam devido a separação entre Descoberta e Entrega.

Resumindo

Em suma, com esses fundamentos em mente, fica claro nesse pequeno guia inicial o quanto você já consegue fazer seus primeiros product discoveries do seu negócio para isso:

  1. Investigue as oportunidades
  2. Descubra e trate o problema
  3. Valide suas ideias
  4. Crie testes e prepare o terreno

Dessa forma, fazendo essas atividades você consegue propor ideias para cada vez se aproximar do delivery.

Gostou desse conteúdo?! Então, veja também Como Criar Produtos Que Fazem A Diferença Para O Cliente? e conheça nosso serviço de Concepção de Soluções Digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *